Relacionamento - 26/02/2004
Aprendendo a Amar (para mulheres)

Aprendendo a Amar (para mulheres)




De repente, o amor acontece em sua vida! Um insight mágico ; o encontro com o Amor! Não se sabe quando o amor vai aparecer! Estando alegre ou triste, esperando por ele ou não... Ele vem!

Pode estar mergulhada numa solidão imensa, nos terrores noturnos da insônia.. enfim, tudo muda inexoravelmente. No entanto, quando o amor aparece em sua vida é necessário estar em um estado de graça muito especial: elevada auto estima. Quando se está muito amargurada, magoada... fica difícil reconhecer o grande cometa do amor despontando no céu da sua vida.

Tudo fica maravilhoso de repente! Você se pega olhando no espelho várias vezes ao dia. Quer ficar mais bonita e desejável para ele. Sua audição mais aguçada. As músicas têm agora o poder de levar seu pensamento até seu amor. Todos os sentidos despertam! Os olhos brilham muito; um dos sintomas maravilhosos de se estar apaixonada!

É o encantamento da fase inicial! É a apreciação do homem amado. Ele parece perfeita para você! Gosta do seu corpo, do tom da voz, dos olhos e dos gestos. Parecem até que vocês têm os mesmos gostos e afinidades. Vem aquela sensação que ele é sua alma gêmea. Você gosta da companhia do homem amado. Tudo ao lado dele parece melhor. Ir ao cinema, fazer compras, passear de mãos dadas ou jogar conversa fora. Na intimidade, seus corpos se identificam. Você gosta dos beijos dele, do cheiro do seu corpo e passam muito tempo fazendo amor.

Sua vida muda muito! Ele sabe ouvi-la com paciência. Sabe até niná-la, quando você está com problemas ou adoentada. Este encantamento poderia durar para sempre! Um banho de amor!

Passada a fase do puro encantamento surge outra etapa. Este mundo é assim! Nada fica como está! Um dia, você percebe o outro lado do ser amado. Aquele dia ele estava mais nervoso, até elevou o tom de voz! Ou então, percebe ciúme intenso no seu modo de agir. O que deve fazer quando a fase de encantamento passa para a fase do despertar? Começa a ver seu príncipe encantado como um homem de verdade! Um homem de verdade fica nervoso, se aborrece, se irrita....Às vezes, pode se tornar egoísta, exigente. Amor não é apenas um pacotinho de guloseimas gostosas. Neste pacote, podem vir quitutes amargos. Você continua apaixonada mas, a intensidade parece diminuir um pouco. Vem o primeiro desentendimento.No entanto, as briguinhas de amor têm um grande fator afrodisíaco: reacendem a chama. Se vocês dois passam alguns dias afastados um do outro, quando se reencontram é uma sensação deliciosa. É reconfortante descobrir que o homem de carne e osso pede desculpas e se arrepende dos erros cometidos. Descubra também a sensação boa do perdão num relacionamento. Ambos devem reconhecer os erros e recomeçar....

Outra etapa vem com força. O relacionamento fica mais forte e você sonha. A gente quer sempre mais, não é? Os encontros apenas nos finais de semana não bastam. Você quer ver o seu amado com mais freqüência. Aí, começam as cobranças. Afinal, o ser humano num relacionamento, quer mais receber do que dar amor. Nós, mulheres, às vezes cobramos muito num relacionamento. Se você é muito jovem, poderá pensar em noivado ou um compromisso mais sério. Se está mais madura e já se casou uma vez... sonhará em "juntar os trapinhos" com seu amor. Aí, vem outra etapa: os outros. Nesta etapa, o "nós" dá lugar aos outros como: família, filhos, mãe, pai,enteados.

Fatores externos como a família, podem interferir no relacionamento. Seu namorado não a apresenta para a família. Quer entrar de "mala e cuia" para o rol da família dele. Esta é sua expectativa, mas será que é a dele? Está doidinha para se casar de véu e grinalda. Ele não! Quer esperar a promoção no emprego ou comprar um carro novo. Você gostaria muito que ele paparicasse os seus filhos. Deseja um padrasto maravilhoso para seus rebentos. Ou então, não simpatiza muito com a mãe dele e o ele faz todas as vontades da querida mãezinha. Nesta fase, descobre que o seu namorado, além de ser apenas um homem de carne e osso... tem família e até objetivos diferentes dos seus.

O casal deseja investir mais no relacionamento. No entanto, aparecem diferenças de opinião. Aí se fecham em copas. Ninguém cede ou arreda pé da sua maneira de pensar. Fica difícil manter o encantamento numa situação dessas. Poderá vir uma briga muito feia.

Vem uma fase dolorosa, um teste para o futuro do relacionamento: pensam se vale a pena prosseguir na relação. Parece que os problemas são maiores do que o próprio amor. O que fazer? Sofre porque sabe que a dor de perde-lo talvez seja bem maior. No entanto, continuar do jeito que está também faz sofrer.

O que fazer? Como voltar a fita ... e a sensação de encantamento dos primeiros tempos? Desistir...? Procurar outra pessoa? Hoje em dia, as pessoas não têm muita paciência. Na primeira dificuldade, desistem do diálogo, da perseverança, da tolerância e terminam a relação. Muitas vezes, se houvesse mais diálogo e compreensão de ambas as partes, o casal superaria a fase mais difícil.

Se o casal supera as fases difíceis, começa então uma fase deliciosa. A confiança no relacionamento e no amor da pessoa amada se fortalece muito. Começam a se descobrir novamente. E vem novamente aquela fase boa de encantamento. Agora, o casal investirá mais no relacionamento. O companheirismo transcende e, vocês dois, começam a ser exemplo para os outros. Uma harmonia invejável. Os problemas surgem ,mas não são intransponíveis. Contam com amor e maturidade para superar os obstáculos.

Não basta apenas amar! É necessário muito mais do que Amor para um relacionamento dar certo! O que é dar certo? Casar? Morar junto? Fazer amor sempre? Cada casal tem sua própria expectativa. O ideal é ser otimista e baixar um tanto as expectativas. Nem sempre a sua expectativa é a do outro. O companheirismo, a tolerância, o diálogo e a paciência mantém acesa a chama do amor. Ela é muito delicada e pode apagar logo. O relacionamento que dá certo é aquele que sabe viver as diversas fases boas e ruins com respeito, confiança e muito otimismo. Jamais ameace seu relacionamento, porque esta ameaça demente as chances do casal. Jamais fale: "Se você fizer isto, eu termino tudo! Se você fizer aquilo tudo acaba!" Se você está com a pessoa é porque acredita que vai dar certo. Então, porque ameaçar o relacionamento com nuvens de chantagem emocional ou puro egoísmo? Aconteça o que acontecer, não ameace o relacionamento, acredite sempre na vitória do amor. E, se a chama do amor apagar mesmo e vocês mais sofrem do que amam, chega a fase terminal. A decisão do casal é a separação.

Se você conheceu um homem especial, não se deixe derrotar pelos problemas. Enfrente-os junto com a pessoa amada! Desista dos amores descartáveis! Aqueles que nada mais acrescentam ao coração do que momentos efêmeros de paixão! Amar é , às vezes, sofrer junto, chorar, lutar e tentar sempre!

Desista das relações masoquistas: vítima e algoz. Você apenas sofre, chora e o homem continua inacessível a discutir a relação. Os dois têm conversar bastante e investir no relacionamento. Caminham juntos agora. São duas cabeças e dois corações... Não são um só e jamais serão, mas serão dois corações caminhando juntos na mesma estrada!

Lembre-se! Alguém disse: "Você pode se apaixonar várias vezes pela mesma pessoa!"

Boa sorte!


Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003