Relacionamento - 10/12/2003
A Temperatura do seu Relacionamento




Tá frio! ... Tá quente!


Lembro-me de uma brincadeira de infância. Um objeto é escondido para ser descoberto pela meninada. À medida que alguém se aproximava do mesmo, aquele que o escondera dava a dica: ?Está frio, ou...está esquentando?. Claro que quanto mais próximo alguém se aproximava do objeto, num crescendo cada vez maior se anunciava: ?...hummmm, está esquentando.?

Na vida adulta, será que sabemos se o nosso relacionamento amoroso está frio ou quente? Será que prestamos atenção nos detalhes que sinalizam o sucesso ou o fracasso de um casamento ou relação? Vivemos muito preocupados com o nosso desempenho na vida profissional, no corre corre diário, nas oscilações da Bolsa , do dólar e no movimento da nossa conta bancária. No entanto, os sentimentos passam muitas vezes desapercebidos. Muitos casais vivem à mercê do tempo e da pressa. Chegam exaustos em casa e mal se falam. As refeições, um momento importante para a família, são feitas às pressas. A comida engolida sem o menor respeito pelas nossas funções digestivas. O relógio não! Ele tem uma presença marcante em nossa vida. Nosso dia a dia sem disciplina e organização se torna caótico. No entanto, rigidez e muita rotina o tornam caótico. Equilíbrio deve ser o nosso relógio. Sim. Podemos ficar atentos à temperatura do nosso relacionamento. O segredinho é estar mais atento(a) ao outro(a), aos nossos sentimentos e ao bem estar da pessoa amada.

Vendo o álbum de família de uma amiga, deparei com sua foto junto ao companheiro. Ela apontou a foto e segredou com nostalgia:

- Nesta época, estávamos apaixonados!?

Eu disse:

- A foto é recente! Não se sente mais apaixonada?

Minha amiga respondeu:

- Não sei... parece que a relação esfriou.

Observem seu relacionamento. Às vezes, como se fosse um mero espectador e noutras com toda a carga de sentimento. Dizem que o beijo é o termômetro do amor. Concordo. Quantas vezes beijou seu amor hoje? Nenhuma? Não quer ? Não deu tempo? Como é o bom dia do casal? Apressado e entediante?

O beijo revela carinho e proximidade. Aliás, já percebeu como é boa a sensação de ser beijado(a)? Um bom dia pode ser acompanhado de um beijo carinhoso e terno. Não dói e nada custa. Aí, você retruca: ?Ele parou de me beijar... aí eu não beijo também!.? E lá se vai por terra, um sinalzinho para repensar o relacionamento.

O beijo pode não ser a pronta solução para os problemas amorosos de um casal. No entanto, reflete como está a intimidade e a proximidade dos dois.

Se você tem um namorado(a), presta atenção à temperatura do relacionamento? Seu namoro apenas faz parte da sua rotina? Um cliente me disse durante uma consulta:

?No começo do relacionamento minha esposa e eu trocávamos bilhetinhos amorosos.? ? seu olhar mirou um ponto distante. Perguntei: ? Parece que estas pequenas gentilezas lhe deixavam feliz. Por que não acontecem mais?? O homem deu de ombros e não soube responder.

O relacionamento sexual do casal pode sinalizar algo importante sobre a vida a dois. Problemas financeiros, desamor e traição podem diminuir a freqüência das relações entre o casal. No entanto, observe a qualidade desses momentos. Sente que a pessoa amada está presente naquele momento? Como está o desejo?

A perseverança é necessária na vida a dois. As pessoas simplesmente vão deixando de surpreender o outro. As coisas vão se tornando mornas e depois esfriam... Quando esfriam , o semáforo indica a cor vermelha, sinal de perigo!

O diálogo é outra forma de esquentar sempre a relação. Alguns casais conseguem manter a chama viva do interesse um pelo outro. Sentam-se juntos para discutir a relação, conversar sobre os problemas atuais ou simplesmente usufruir da companhia um do outro.

O ser humano tem uma qualidade invejável: adaptar-se à rotina. No entanto, sua adaptação é rançosa. Ele agrega à sua rotina, a família, o casamento e nada mais é surpreendente! O homem conquistado, a mulher conquistada; não é preciso fazer mais nada! Será? Tudo muda. Nada permanece como está.

Será que o amor basta para manter quente a temperatura do relacionamento? Não basta, mas é a força que dá alento quando o relacionamento amorna ou quase esfria. Somos humanos! Não somos os mesmos todos os dias. Nem sempre você acorda acesa de paixão pelo seu homem amado. Seus defeitos a deixam com raiva, aturdida ou decepcionada. No entanto, se o amor persiste, você pode tirar os óculos escuros do pessimismo e ver o homem amado sob outro prisma. ? Ele estava irritadiço hoje, mas não está sempre assim!? ?Hoje, ele atendeu o telefone e estava distante, mas ele não é sempre assim!?

Se você tem um amor e acha que a temperatura é mantida somente por você, fique alerta! É como se a pessoa fosse um alvo inatingível. Não consegue alcançá-la de jeito nenhum. Será que não está na hora de repensar seus relacionamentos? Amor não correspondido é bom nos folhetins e nas novelas. No entanto, causa muito sofrimento. Está na hora de refletir a quantas anda sua auto estima. ?Ah! No passado, tivemos alguns momentos bons!? No entanto, você não pode viver do passado. Persistir na tentativa de esquentar um relacionamento gelado pode ser muito deprimente.. Cada caso é um caso! No entanto, sofrer por um amor platônico é uma barreira que impede que você se abra para novas oportunidades. Se ele(a) não quer , você nada pode fazer! De repente, você está misturando as estações. Sente apêgo, posse e orgulho ferido!

Quanto mais você se conhecer, melhor estará preparado(a) para um relacionamento amoroso. O relacionamento é como as estações do ano. Assim, comenta John Gray ( famoso terapeuta conjugal) em seus best sellers.

Quando é primavera, você observa as flores e os aromas. Quando as folhas caem, você se prepara para o inverno. Cada estação tem sua magia. E você sabe que a primavera sempre volta.

Sua felicidade depende de você e não está nas mãos da pessoa amada! No entanto, não esqueça a brincadeira infantil( frio e quente). Cuide do seu relacionamento amoroso com muito carinho e respeito. Tire do vocabulário a palavra: ?meu?. Ninguém é de ninguém! Segurança num relacionamento não existe! Sentir-se segura num relacionamento porque há confiança e respeito é muito diferente da segurança de ? ter uma propriedade?. Você simplesmente tem e pronto! Nada precisa fazer ! O amor não é estático. É um sentimento dinâmico, versátil, mas muito sensível. Ele está sujeito a mudanças na temperatura por diversos fatores: descaso, egoísmo, intolerância, dificuldades financeiras, sexuais. No entanto, se a estrutura deste relacionamento é forte pode se abalar com as estações mais frias , mas a primavera volta sempre.

Comece hoje a avaliação do seu relacionamento! E por que não começar com um beijo terno ? E aí? Pare de adiar aquela conversa séria. Marque de novo aquelas férias a dois. Tire um dia de folga e a leve ao cinema. E as flores? Nunca mais deu flores à sua amada? Pegue papel e lápis e escreva um bilhetinho amoroso. Crie coragem e através, de um e-mail, convide seu amor virtual para um encontro real...

Vamos! Mexa-se!


Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003