Psicologia - 16/06/2006
Autoestima





O que é autoestima? É se amar profundamente, incondicionalmente. Isso não quer dizer acomodação, vaidade, soberba ou orgulho. Pessoas muito orgulhosas podem esconder baixa autoestima e complexo de inferioridade. A vaidade do saber não é autoestima. Aquele que se gosta não precisa mostrar que sabe. O que ele é , basta! Tendo reconhecimento ou não ele se basta!

Afirme sempre essa frase se estiver sendo muito criticado ou desvalorizado:

"O que você pensa a meu respeito é problema seu!"

Já basta sua autocrítica. Agora, tenha cuidado.Fugir do autoaprimoramento pode ser decisivo para seu progresso. Se você não se dedica em seu emprego, trata mal a companheira, é grosseiro com seus vizinhos o que esperar dos outros? Simpatia? Aceitação? Tenha consciência de que você é responsável por seus atos e pelas consequências desses. Autocomiseração sem mudança não leva a nada!

A felicidade tem que ser aprendida e, principalmente, merecida!

Autoestima tem a ver com humildade. A pessoa humilde sabe o seu verdadeiro valor. Não é se diminuir ou se subestimar. Introjetar seus valores pessoais, qualidades, mas estar consciente dos defeitos também.

O mundo moderno é um verdadeiro cenário onde nossa autoestima é testada a todo momento. Quem trabalha em empresas, nos bancos, é testado até à exaustão. A competição acirrada, o cumprimento das metas faz com que a gente sempre acabe sempre se comparando com os outros. Se a pessoa vive com a autoestima abalada e não conseguir resultados positivos em seu trabalho poderá desenvolver até uma depressão.

Felizmente, a justiça brasileira avançou um pouco melhorando as leis e punindo o assédio moral de muitos patrões orgulhosos e com falsa liderança.

Atualmente, há uma visão falsa do homem de valor. É o homem de sucesso! O homem de sucesso tem carro do ano, bem sucedido, vaidoso, malhado. A mulher agora compete com o homem em todas ou quase todas categorias profissionais. Se por um lado isso estimula nosso potencial, por outro, pode vir a frustração.

Os adolescentes estão procurando a cirurgia plástica para corrigir pequenos defeitos. A lipoaspiração se transformou num ato cirúrgico corriqueiro. Por que? Porque a mulher quer ficar cada vez mais bonita fisicamente. E se esquece de que a beleza interior é que espelha a beleza exterior.


Temos nossa própria visão de mundo. Cada um reage de uma maneira às frustrações da vida. A mídia estimula sempre a comparação. Você não tem que ser bom, mas tem que ser o melhor!

Se não corresponde a essa visão de mundo moderno fatalmente irá se frustrar muito se sua autoestima for muito frágil. Uns quilinhos a mais o deixarão abatido. O não cumprimento de metas no trabalho poderão desenvolver a inveja do colega de trabalho que se destacou mais do que você.

Como viver nesse mundo tão competitivo? A autoestima será fortalecida pelo seu mundo psíquico. A fortaleza, a firmeza diante dos obstáculos. A serenidade. A serenidade só faz bem à nossa autoestima. Olhe para um rosto sereno! Rugas suavizadas, sorriso estampado no rosto, pele brilhante.

Agora, observe um rosto ansioso e triste! Olhos sem brilho, ombros caídos, expressão séria e carregada. O que uma pessoa poderá atrair de positivo com essa expressão? Aí, se as coisas começam a ir mal em sua vida vai reforçar seu script de fracassada:

"- Não disse? Perdi o emprego! Eu lhe falei que ia perder o emprego. Eu me odeio! Não presto pra nada!"

A visão que temos do nosso próprio eu pode ser distorcida por vários fatores: estress, forte autocrítica e complexo de inferioridade. Nossa percepção não condiz com nossa essência e assim, nos sentimos inseguros e insatisfeitos. A forma como fomos aceitos, educados ou amados pelos nossos pais afeta nosso desenvolvimento pessoal e emocional. Depois, a visão do outro, o chefe, o amigo, namorado,empregado.

Todo ser humano tem o desejo de ser aceito e apreciado. Você gosta de receber críticas? Como reage quando é elogiado? A reação mais natural e instintiva é a seguinte:

"Nossa, você está equivocado!" "Você exagerou."

Se vem um elogio e ele é sincero nossa reação é diferente:

"Ah, obrigado, não sou assim...Está sendo apenas gentil .."

Se formos esperar do outro sempre elogio e reconhecimento viveremos sempre sem autoestima. A autoestima, às vezes, está vinculada à apreciação positiva ou negativa do outro.

Ex: Maria escolhe um vestido branco para sair no sábado. Ela tem alguns problemas de autoaceitação.

Uma das suas amigas sugere:

"Maria, saia com o vestido azul marinho. O vestido branco lhe deixa mais gorda."

Ela sente uma pontada de raiva e frustração. A crítica da sua amiga aumenta ainda mais seu complexo de inferioridade. No entanto, Maria precisa trabalhar a aceitação de si para que viva melhor.A jovem não tem opinião própria. Ela se influencia pela opinião das amigas e está sempre insegura e infeliz.

Convivemos o dia a dia com variados tipos de personalidade.

Algumas pessoas quando não são reconhecidas pelo que fazem ou sentem ficam deprimidas.

"Não sirvo para nada!"- esse tipo de afirmação sempre traz consequencias negativas. A pessoa se isola dos amigos, evita dar opiniões. Tem receio de falar em público ou mesmo de tentar um relacionamento amoroso. Pode indicar também início de depressão. Um dos sintomas depressivos pode ser a baixa autoestima, pensamentos negativos de desvalia e pena de si mesmo.

O que fazer para conviver bem consigo mesmo? Manter acesa a chama do controle das próprias emoções. Muitas pessoas tiveram uma infância difícil; outras pais repressores; outros órfãos. No entanto, mesmo com inúmeras dificuldades , algumas pessoas superam os obstáculos. Fazem do limão uma limonada. Nada abate seu amor próprio. Reconhecem as suas qualidades independente de reconhecimento ou não.

Tem uma energia positiva admirável. Não se deixam abalar por críticas ou falsas apreciações e perseveram até vencer.

Outros, tem uma vida particularmente fácil. Pais sensíveis e amigos, mas mesmo assim, crescem com o psiquismo frágil. Desfalecem ante qualquer crítica ou apreciação negativa do outro.

Cultive sua autoestima todos os dias. Maus momentos poderão abalar sua autoestima. E se sentirá o último dos homens ou das mulheres. Se for contaminado pela inveja tudo ficará ainda pior! A energia que poderia ser canalizada para seu próprio progresso será desperdiçada.

"O outro é bonito. Eu não sou."

"Ela está empregada. Eu não!"

"Fulano é bem casado. Eu não!"

"Fulana conquista todos os homens e eu pareço invisível."

Observe como você se relaciona com seu corpo e mente. O que está obstruindo seu caminho para a direção da autoestima? O trabalho da autoestima começa com a aceitação de si mesmo. Se você não se aceita, não vai adiantar muito cirurgia plástica ou maquiagem. Você precisa da autoaceitação do seu corpo. Através disso, o corpo refletirá como espelho sua vida emocional. Beneficiar o corpo apenas com os cuidados físicos de embelezamento ou higiene é apenas o começo. O processo é mais profundo.

A autoestima terá que ser estimulada em todos os dias da sua vida. Em certos momentos, sentirá como se ela tivesse desaparecido! Lembre-se! A mente plasma tudo o que você imagina. Lutará sempre contra altos e baixos. Lutará algumas vezes contra o descaso das pessoas, a ingratidão e o esquecimento. O mundo é imperfeito, o ser humano também. Aceitando as pessoas como elas são,a autoaceitação consequencia de todo esse processo de reformulação íntima.


Acreditar em si mesmo é um passo em direção da autoestima. Saber diferenciar suas limitações reais das imaginárias também o ensinará a lição da sua aceitação. Você é uma essência espiritual, mas o seu corpo é o espelho do seu espírito. Ele sempre refletirá sua tristeza ou alegria. Gostando ou não do seu corpo terá que conviver com ele a vida toda. Já pensou nisso? Que tal se dar uma chance e se gostar mais?

Autoestima é deixar fluir a aceitação gostosa do seu corpo, presente divino. Cuidar da saúde, cuidar dele com carinho e respeito. Ele é o veículo, seu instrumento de expressão. Seu cartão de visitas!


Recomendo a palestra do Padre Fábio de Mello que foi apresentada no dia 27 de agosto no programa DIREÇÃO ESPIRITUAL- CANÇÃO NOVA. Ele falou sobre a saúde, os cuidados com o corpo e espiritualidade.

Seja feliz!


Ninguém pode fazer com que você se sinta inferior sem ter seu consentimento.
Eleanor Roosevelt



Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003