Entrevistas - 26/06/2006
Entrevista Curiosa com a bruxinha Magnólia Francisca





Relax Mental pensou que fôsse fácil entrevistar uma bruxa boazinha. Hoje em dia, elas estão mais comuns, as Feiticeiras do Bem. Com seus poderes e a famosa vassoura, o caldeirão, preparam poções mágicas para ajudar a Humanidade. Queríamos uma Feiticeira do Bem, para colaborar com Relax Mental.
Esperamos o dia escurecer e escolhemos uma sexta-feira de Lua Cheia! A Lua brilhante no céu, as estrelas cintilando na Floresta da Magnólia. Andamos muito até à chegar à casa da "wicca". Uma casa bonita e singela no meio de uma Floresta Encantada. A casa feita de madeira tinha apenas uma porta e duas janelas. Vimos uma cortina azul balançando e sentimos cheiro de ervas.
Batemos à porta. Minutos depois, a porta foi aberta e se esgueirou por entre nossas pernas, uma gata de cor negra. O pêlo era liso e brilhante como ébano. Já imaginou uma Bruxa verdadeira sem o seu gato de estimação?
Atrás da gata, estava Magnólia Francisca , a Bruxinha do Bem. Não era velha e nem tinha verruga no nariz. Seus cabelos eram escuros, sedosos e caíam até os ombros. Estava bonita numa saia longa azul e uma blusa de cor negra. Os olhos eram muito escuros e penetrantes. Eu conheci toda a casa da Bruxa. Havia até uma cozinha com caldeirão mágico e tudo o mais. A famosa vassoura de bruxa estava na sala. Uma coruja voou pela janela , fiquei assustada.
Magnólia me deixou à vontade. Sentei-me num macio sofá de tecido cor de rosa. A sala tinha aroma de canela:

Magnólia: - Você está atrasada e sou muito impaciente! - queixou-se com um sorriso maroto. - Em que posso ajudá-la?

R.M: - Nosso site Relax Mental precisa de uma bruxa... uma bruxa do Bem e pensamos em você. Ouvi falar dos seus ilimitados poderes.
Magnólia: - Site?!!!!!!!!!

R.M: ( Será que teria que explicar a esta Bruxa o que era internet? Hoje em dia, até as bruxas são informatizadas) - Tenho uma espaço na internet onde coloco textos sobre variados assuntos. - comecei.

Magnólia: - Claro que sei o que é Internet! Aqui em casa, eu navego pelo mundo todo. No entanto, não preciso de nada disso. Vou aonde quero através do pensamento!- afirmou.

R.M: (Ela adivinha pensamentos também?-pensei assustada) - Queremos saber um pouco sobre você, idade, como vive...

Magnólia: - Perdi a conta da minha idade... As bruxas são eternas no tempo e no espaço, sabe... Vivo aqui neste cantinho de mundo, onde amo , respeito a Natureza e os animais. Faço as minhas poções, medito e ajudo no que posso a Humanidade.

R.M: - O que acha da Humanidade?

Magnólia: - Ma-ra-vi-lho-sa!- afirmou animada. Só que eles não sabe que o são. Os homens são sementes de Deus! São poderosos! Quando sabem do seu valor criam coisas fantásticas para o mundo.

R.M: - No entanto, ainda há guerra, sofrimento e fome.. As doenças estão aí ! As pessoas cada vez mais solitárias e estressadas- disse.

Magnólia: - Você não pode ver as coisas sob este ponto de vista pessimista.-afirmou- ( Neste instante, a linda gata preta pulou no meu colo. Ainda bem que adoro gatos!)

R.M: - Eu não diria ponto de vista pessimista, mas realista.- conjecturei.

Magnólia: - É preciso muito otimismo, trabalho e amor para se transformar o mundo. Vocês têm que aprender a fazer feitiços- afirmou com um sorriso bem humorado.

R.M: - Poções, magias, palavras poderosas? Magnólia, acha mesmo que isso pode mudar o mundo?

Magnólia: - Muito mais do que isso... Estou falando da Magia da Fé, mas a fé atuante. Ela produz maravilhas! ( Magnólia pegou a gatinha e começou a acariciá-la. A coruja voltou e quase morri de susto!)

R.M: - Pode colaborar com a gente nas questões amorosas?

Magnólia: - Posso! O Amor é o grande dínamo do ser humano. Esta é a minha missão : ensinar o homem a Amar.

R.M: - Estou vendo em cima daquela mesa, uma linda bola de cristal. Você prevê o futuro?O que você prevê para o futuro da Humanidade? Bem, futuro do Brasil, por exemplo.

Magnólia: - Na minha bola de cristal vejo possibilidades futuras. A cada atitude nossa , podemos mudar o futuro. Então, o Momento Presente é o mais importante. Acho que o nosso País vai melhorar bastante. Vem muita coisa boa por aí! No entanto, temos que acreditar no Brasil e fazer também nossa parte. O Mundo passa por burilações, transformações e, infelizmente, ainda teremos muitas guerras. No entanto, em contrapartida, virão muitos progressos científicos para a cura de doenças graves e crônicas. 

R.M: - É bom saber disso! Por que as pessoas se queixam tanto de solidão? Por que está muito difícil encontrar um companheiro ou companheira?

Magnólia: - O progresso tecnológico, a mídia eletrônica foram criados pelo homem. No entanto, o homem se esqueceu um pouco da velha e sábia experiência das outras gerações, da singeleza das coisas simples. Entramos na internet, falamos no celular, mas o homem está mais desconfiado. A mulher, antes considerada apenas "do lar" agora precisa ajudar no orçamento doméstico. Ela é atualmente dinâmica e desenvolveu muito bem suas qualidades masculinas: liderança, iniciativa, coragem. O homem ficou meio perdido com as mudanças femininas.

R.M: - Acha que esta nova Mulher assusta os homens?

Magnólia: - `As vezes sim. Recebi uma cartinha de uma jovem bancária muito determinada e trabalhadora. Arrumou um namorado e, no terceiro encontro, foram a um restaurante. Depois do jantar romântico, ela puxou seu talão de cheques e automaticamente pagou a conta.

R.M: - O quê? Pagou a conta? Hoje em dia, num relacionamento maduro, o casal pode dividir as contas e despesas. No entanto, as mulheres ainda querem homens românticos que abrem a porta do carro e pagam a conta do restaurante. Por que ela agiu assim?

Magnólia: - Na cartinha ela me disse que foi um ato mecânico. Acostumada a viver e resolver tudo sozinha. O rapaz ficou um pouco desconcertado e o relacionamento não durou muito. Ela me disse que não conseguia agir diferente. Queria sempre tomar iniciativa em tudo e acabava afastando os homens.

R.M: - Como você, como bruxa a ajudou?- perguntei curiosa.- Ensinou algumas poções poderosas?

Magnólia: - Ela não estava precisando de poções ou feitiços, mas de não ter medo de ser feminina. Na verdade, seu receio mais profundo, era de sofrer por amor. Seu comportamento "masculino" era uma defesa contra o sofrimento. Vinha de um casamento que durou dez anos. Neste casamento, dependia do marido para tudo. Era uma dona de casa aparentemente feliz. O marido pagava as contas e administrava a área financeira. Ela cuidava da casa e do filho de quatro anos. No entanto, teve uma decepção. Foi trocada pela secretária do marido, uma mulher que falava 4 idiomas. Minha consulente sofreu muito. Aprendeu com o sofrimento a ser mais prática. Fêz um concurso e foi aprovada. Hoje em dia, é uma mulher dinâmica. Só que há uma cicatriz em seu coração. Ela precisa aprender que, sensibilidade, feminilidade não provoca rompimentos. E acabar com a culpa. Acha , que pelo fato de ser apenas dona de casa, empurrou o marido para outra.

R.M: - Como ela está agora?

Magnólia: - Conseguiu administrar melhor suas emoções e a insegurança. Hoje em dia, ela está iniciando um relacionamento.

R.M: - E continua pagando a conta do restaurante? - perguntei com bom humor.

Magnólia: - Não. Ela agora trilha o " caminho do meio". Às vezes, o rapaz paga a conta e, em outras, eles dividem a despesa. Ela está aprendendo a confiar nela mesma e no Amor.

R.M: - Magnólia, acho que você poderia colaborar com a gente na seção Esoterismo. O que acha?

Magnólia: - Adoraria!

R.M: - Você acha que as pessoas estão mais místicas e supersticiosas? Acha que "comidas afrodisíacas", poções, simpatias, funcionam realmente no amor?

Magnólia: - Dizem que de " médico, louco e poeta" todo mundo tem um pouco. Eu acrescentaria "bruxo" também. Nós sempre carregamos conosco um misticismo derivado de nossos ancestrais ou nossos avós e bisavós. Quem, hoje em dia, não experimentou uma simpatia eficaz ensinada pela mãe ou avó? Quem pode afirmar categoricamente que nunca se interessou por este lado " mágico" da vida? No entanto, há um perigo!

R.M: - Qual é o perigo?

Magnólia: - Falta de informação, preconceito e ignorância. Outra coisa, os seres humanos estão muito imediatistas... Faço um feitiço e meu relacionamento muda! Faço uma reza e fico atrativa... Como se a gente funcionasse assim... Nossa maior Magia está na Mente!

R.M: - Magnólia, isto é uma contradição. Você é uma Bruxa e acaba de afirmar que nada funciona?- perguntei perplexa.
Magnólia: - As magias funcionam, mas elas se fundamentam na crença. A pessoa precisa acreditar e, outra coisa, ter bom senso e equilíbrio. Nada funciona se não houver uma mudança interior. Você pode acender velas para a proteção do seu relacionamento. No entanto, ele só vai melhorar se você e seu companheiro estiverem dispostos a mudar. Mudar sentimentos, equilibrar emoções, afastar o egoísmo..Com a modificação interior, as preces, as magias funcionam melhor. Sem a mudança do homem, nada mais é do que um ritual. Algumas pessoas vivem muito bem sem fazer rituais, simpatias ou acender velas. Outras não acreditam na eficácia dessas coisas. No entanto, vivem bem. Outras acreditam! Neste mundo, temos o livre arbítrio de dirigir nossas vidas de acordo com nossos gostos, crenças e temperamento. 

R.M: - As pessoas podem escrever para você?
Magnólia: - Na medida do possível, eu responderei.- afirmou com um sorriso. Seus dentes eram bem feitos e muito brancos.
A entrevista terminou. Na cozinha da Bruxinha do Bem, tomei um perfumado chá de rosas.
Aguardem! Magnólia, Bruxinha do Bem, vai nos ajudar bastante. Relax Mental para todos vocês!

* Infelizmente, nossa bruxinha não permitiu fotos. Fazer o quê!

E-mail da Magnólia: magnoliafrancisca@hotmail.com



Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003