Pitadas da Charlotte - 11/07/2006
Paixão correspondida: tesão e emoção.






Dizem alguns cientistas que a paixão pode durar de 18 a 30 meses, o suficiente para um casal se conhecer, ter relações e procriar. Enquanto juram promessas de amor eterno, os hormônios dizem outra coisa. As sensações abrandam, porque o organismo acaba se tornando resistente aos hormônios e toda loucura se esvai.

Quando uma pessoa está apaixonada libera alguns hormônios que estimulam centros psíquicos associando a pessoa amada a algo prazeroso. Quando vê a pessoa amada é uma sensação esfuziante, encantadora. Tudo é muito acentuado quando se vive a paixão: a saudade, o toque, o ato sexual. Os dois querem ficar todo o tempo juntos. Uma sensação estimulante que envolve o corpo e a mente.

Grandes quantidades de feniletilamina, dopamina e norepinefrina foram encontradas nas pessoas apaixonadas. A paixão então é simplesmente uma reação excitante dos hormônios? Sim e não. Alguns estímulos favorecem a paixão: "emoção, cultura e aprendizagem". Cada cultura tem um jeito de se apaixonar. O que você aprendeu no seu lar e, em seu meio ambiente, pode favorecer o modo como se apaixona.

A paixão faz parte da natureza humana. Podemos nos apaixonar pelas pessoas, por idéias, ideais ou uma causa nobre. O abuso das paixões é que faz mal à saúde, à vida emocional e afetiva. Quando ela parece um touro selvagem, dominando nossas emoções , paralisando nossa vida, ela faz muito mal.

Emoções que acompanham a paixão correspondida, isto é, quando é recíproca:

Saudade deliciosa da pessoa amada. Necessidade urgente de estar sempre com ela. Aumento do desejo sexual.

Frio na espinha, palpitações, sudorese ou tremores quando vê o ser amado.

Paixão pela vida, aumento do interesse pelo trabalho, pelos seus sonhos.

Brilho diferente nos olhos, notado, às vezes, por pessoas amigas e familiares.

Aumento do apetite e conseqüente aumento de peso.

Diminuição do apetite, diminuição de peso.

Aumento do apetite sexual.

Deslumbramento: a pessoa amada se torna maravilhosa, surpreendente, algo incomum.

Sensação de alegria.

Vaidade pessoal, interesse em se manter bem vestido e elegante.

A pessoa se torna mais amorosa e compreensiva.
Outras até mais irritadiças e impacientes, depende da paixão.

Já ficou doente de paixão? Nem sempre a paixão é correspondida. Algumas pessoas ficam muito doentes. Alguns sintomas de"paixonite aguda"não correspondida:
Necessidade urgente de estar com a pessoa amada. Quando há a impossibilidade por ruptura ou falta de reciprocidade surge revolta e desespero.

Tudo é muito intenso na paixão e o corpo reage com intensidade.

A paixão domina completamente a pessoa. Idéias fixas, pensamentos torturantes tomam conta da sua mente.
Dificuldade de concentração nas tarefas mais fáceis ou rotineiras.

Desinteresse no ambiente de trabalho.

Tristeza.(lembre-se tristeza é um sentimento natural, diferente de depressão. É natural ficar triste quando perdemos alguém que amamos ou desejamos)

Saudosismo. Ouvir músicas que relembrem os encontros.

Viver do passado e no passado.

Palpitações.

Inapetência

Emagrecimento.

Choro fácil.

Depressão.( uma doença que acomete a pessoa como um todo, paralisando ou prejudicando sua vida pessoal, profissional e seus relacionamentos. Vem acompanhada de tristeza permanente, sintomas psicossomáticos, desinteresse por atividades ou distrações que antes davam prazer, idéias negativas)

Impulsos destrutivos que tem que ser tratados: agressividade, tendência ao suicídio, etc.

Isolamento.

Felizmente, os sintomas amenizam ou desaparecem em torno de 6 meses e a pessoa estará pronta para se apaixonar novamente. Se não diminuírem os sintomas e você estiver com sua vida comprometida ou paralisada por conta dessa paixão doentia, procure ajuda profissional.

Cura para a paixão? Não reprima seus sentimentos. Esgote a dor até o fim, mas não se afaste dos amigos e nem do trabalho. Tente viver no momento presente , um dia de cada vez. Cure a sensação urgente de sexo com banhos mornos, atividade esportiva, caminhadas e boas leituras.

Aceite a situação assim como ela se apresenta. Respeite a pessoa amada e não invada seus sentimentos com telefonemas insistentes, declarações fora de hora e certas loucuras de amor. Lutar pelo seu amor é algo bem diferente do que insistir com uma pessoa que nada quer com você. Estará sendo inconveniente e poderá afastá-la ainda mais. Reflita sobre seus sentimentos: paixão nem sempre vem junto com amor. Pode ser posse, vaidade ou desejo de controle.

 Amor e paixão são emoções diferentes? A paixão é efêmera, obra dos sentidos da matéria. E, por esse motivo, tantas uniões frustradas e infelizes. Passada a euforia inicial, o casal percebe que nada tem em comum com o outro. Ou então acabam se odiando. Por que? Por que a afeição da alma é verdadeira e duradoura. É a alma que ama.

 Amor e paixão podem se integrar satisfatoriamente num relacionamento saudável. Mesmo após a euforia inicial você pode estar sempre se apaixonando pelo ser amado. Estimulando. Acrescentando sensações novas. Mantendo sempre a criatividade no relacionamento, você pode incentivar esse hormônios da paixão mesmo num relacionamento antigo. Incentivo. Interesse pela pessoa amada. Não se acostumar com ela, mas viver cada dia, com alma de criança e adolescente. Isso é possível!
 A mente comanda a matéria.

Por que temos gostamos de certos tipos físicos e acabamos atraindo outro completamente diferente? Maria gostava de homens loiros de olhos claros, mas se apaixonou perdidamente por João , moreno de olhos escuros. A paixão não tem razão. Acontece e pronto! Mesmo assim, a causa da paixão súbita pode estar em vidas passadas. Possível reencontro de almas afins ou então muito comprometidas por débitos passados. Quando se reencontram, o reconhecimento é imediato, sensação de dejavu e amor à primeira vista. Isso não significa que ficarão juntas para todo o sempre. O relacionamento duradouro depende de convívio, maturidade e responsabilidade. Uma equipe de sentimentos.

 Órgãos dos sentidos envolvidos na química da paixão:
visão: você vê a pessoa pela primeira vez e a avaliação é instantânea: bonito ou feio, saudável, atraente. A atração dos olhares, o flerte também desencadeia alguns hormônios importantes. Frase popular interessante: "quem ama o feio, bonito lhe parece."

audição a voz também é um componente imprescindível na paixão. Você se sente atraído pelo tom de voz da pessoa amada. Murmúrios no "no pé do ouvido", sussurros, declarações amorosas são muito excitantes.

olfato: todos nós temos um aroma particular que pode ou não agradar o parceiro. Se gostamos do cheiro do parceiro ou parceira, tudo flui mais fácil. Um mesmo perfume utilizado por várias pessoas não produz o mesmo aroma quando penetra na pele.

tato:" a pele é o maior órgão sexual do homem e da mulher". Se o homem soubesse que o tato é muito importante na vivência da paixão, tocava mais sua parceira e se permitiria ser mais tocado. O toque, as carícias, são uma das preliminares mais agradáveis do ato sexual. Através dele, novas sensações podem ser despertadas.

O beijo como cartão de visita da paixão instalada:

Um médico, amigo meu , sempre comenta: "Não encaixou na boca, não vai dar certo." O beijo envolve , olfato, paladar e tato. Quando a química do casal é boa, geralmente o beijo gera muito prazer e desencadeia uma série de sensações estimulantes. Casais que param de se beijar podem sinalizar um amor que já morreu, desgaste no relacionamento ou desinteresse, entre outras causas.

Os amores virtuais despertam curiosidade. Alguns amores virtuais são bem sucedidos e não tem a ajuda do tato, visão, olfato e audição. A aproximação começa pela lei das afinidades. O casal se atrai pelos gostos em comum, preferências, jeito de teclar. A internet aproxima as pessoas, mas não é o ideal para viver um relacionamento. É necessário que ele evolua e as pessoas se encontrem no real.

 Apaixone-se! Apaixone-se pela vida, pelo ser amado, por seus objetivos. Viva com paixão, mas ela deverá ser uma fera totalmente domada e controlada por você!




Charlotte


Bibliografia consultada:
http://www.afh.bio.br/especial/paixao.asp

Livro dos Espíritos -Allan Kardec-Tradução de Herculano Pires: página 299( Paixões, perfeição moral)
página 312( Antipatias gratuitas)


Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003