Psicologia - 04/08/2006
Não complique a vida!





Você sabe viver?

O limite entre a felicidade e o sofrimento é muito sutil, quase imperceptível. Quando refletimos sobre a felicidade, parece que ela é uma meta a ser atingida. Um êxtase. Prazer instantâneo, bem estar eterno. Parece que ela vem de fora para dentro. Ficamos esperando a tal da felicidade chegar. Ela não chega. Rodeia. Faz hora. Quase chega, mas não chega. Pensamos que ela é controlada, manipulada. Não! A emoção da felicidade é bem sutil e leve.

Uma dor de cabeça ali, um filho difícil acolá, a casa do vizinho assaltada. Pronto ,a felicidade já era! Quando sua imaginação é atacada por fantasmas diversos onde o medo toma conta a felicidade foge. Você percebe que nem sempre pode controlar tudo e todos. Percebe a dimensão da própria fragilidade.

Assaltado por estímulos de toda espécie que impedem a tal da felicidade. Alguns associam a "figurinha difícil" ao sucesso, dinheiro e poder. Ledo engano!

Se você associar felicidade à vida sem problema será sempre infeliz. Vivemos cercados de desafios. Problemas? Pode ser. Mas não pense em problema , porque pode concluir que não há solução. Fale que está vivendo um desafio e a solução virá.

A felicidade é conquista. Atualmente, as coisas estão mudando. O mundo, um caos! A violência amedronta. A mídia estimula comportamentos, dita moda e estilo. Se você não se encaixa, está frito! Muitos procuram na beleza, o ideal de felicidade. Parece nostálgico! Nossa essência pura é bela, perfeita. E, por esse motivo, a saudade de um lugar que nunca fomos, de emoções nunca sentidas, de pessoas perfeitas. Sentimos saudades de sentimentos que nunca cultivamos. Isso é nosso desejo de perfeição. A perfeição atrai felicidade. A imperfeição atrai emoções cambeteantes, comportamentos falsos. Atitudes hipócritas.

Saiba viver! Livre-se de inutilidades, corrigindo suas faltas.A frase mais sábia: mais cedo ou mais tarde, você colherá o que plantou. O mundo é injusto e ingrato? É ! No entanto, há uma lei poderosa de harmonia e equilíbrio. Deus? Sim. Alguém superior controla tudo de forma a atingir a plenitude e o equilíbrio. Infringir essa lei de harmonia é atrair sofrimento.

É mais simples do que você imagina. Em certos momentos, precisamos enxugar a vida com pano de prato. Ficar somente no essencial. Deixar os detalhes para depois. Sermos práticos, objetivos e verdadeiros. Isso conta também nos relacionamentos. Se você magoa alguém, será magoado. Prejudicou alguém? Um dia, o bumerangue volta para você.

Nada mais complicado do que os relacionamentos pessoais. Dentro dessa roda viva moram os grandes dramas e sofrimentos. Como você lida com eles? Quanto mais for egoísta e controlador, mais atrairá sofrimento. Se esperar perfeição das pessoas, fatalmente será infeliz. Nada espere , porque vai se decepcionar.

Falam da tal da autoestima. Propagam autoestima em todos os livros de autoajuda:

"Tenha autoestima". "Ame-se!"

Não menciono aqui a autoestima construída no egoísmo inútil. A verdadeira autoestima é transparente, mas instável como a água do mar. Vem e vai como as ondas. Conseguir estancar o ritmo das marés é impossível. Conforme-se. Será tarefa diária lidar com a tal da autoestima.

Fazer-se de coitadinho pondo a culpa nos outros pela sua burrice ou irresponsabilidade é ser um bebê! Os bebês precisam de colo. Sensíveis. Delicados. Quando tropeçam caem. Vivem caindo. Será um bebê a vida toda?

Controlar emoções. Sabedoria. Esperteza. O bobo só diz sim. Parece cordato, mas dentro dele há um vulcão de raiva. Um dia, ela explode. Comentam surpresos

"Ele era o funcionário mais bonzinho e deu uma surra no chefe! Como é que pode?"

Ninguém é bonzinho. Moramos num planeta inferior. Nesse Universo moram galáxias mais evoluídas. Estamos aqui, porque merecemos. Para ser feliz? Sim! Por que não? No entanto, não estamos preparados para a felicidade. Simplesmente, porque somos imperfeitos.

Não complique sua vida imaginando problema onde ele não existe. Nossa felicidade ou infelicidade está na imaginação. Use-a a seu favor. Mãos à obra! Planeje sua vida, mas nem tanto. Solte a corda um pouco e não tenha tanto medo de ser bom. Algumas pessoas fingem ser boas. Planejam boas ações, sorrisos, mas depois cobram.

A felicidade mora na simplicidade. Aceitação. Luta sem lutar. Ela não mora no orgulho, na violência e no egoísmo.
Pode ser que ela more na experiência vivida, na paciência e na serenidade. Quando você não está sereno, não está feliz. O sofrimento pode moldar seu caráter e diplomar o aluno candidato à felicidade. Ele sabe aonde não deve pisar, porque já foi mordido ou ferido.

A felicidade pode morar no sonho, mas não vive dele. Aquele que não sonha mais perde a capacidade de ser feliz. Não luta, não faz. Apenas vive como um autômato.
Felicidade não é individualista. Aquele que vive pensando somente em si mesmo, põe a imaginação para funcionar contra ele. O ego absorve a vida dessa pesso completamente. Só olha para o próprio umbigo.

Felicidade é tornar simples o que parece complicado. Ser feliz quase de graça sem esperar muita coisa da vida, nem das pessoas. Cautela com as expectativas. Baixar o topete. Quando você imagina que é o "rei da cocada preta"a vida lhe passa uma rasteira! Perde tudo! Leva um tombo para que você se lembre de que o chão está ali mesmo.Chão duro. Machuca. Esfola. Quem mandou só olhar para o alto? Não olha para os lados? Não presta atenção aonde pisa?

Todos caminhamos para uma viagem eterna e derradeira. Quando tiver abarrotado de problemas, enfrente com bom humor. Um de cada vez.

Em alguns momentos seja detalhista, observando o belo e valorizando as coisas pequenas. Simples. Em outras ocasiões, fique apenas com o essencial. Não leve tudo ao pé da letra. Não se melindre tanto.

Leve a vida com leveza. Pelo menos tente!

Nada mais leve do que o amor! Não economize amor jamais!

Quando num fugidio momento encontrar a felicidade multiplique essa sensação única! Isso! Ensine, partilhe, conviva!

A felicidade adora partilhar, repartir.

Ela é uma sabedoria generosa.

Pode vir num momento de meditação aonde você encontra sua verdadeira essência.

Ou através da ação! Agir a favor do Bem Comum. Agir! Decidir! Mudar!

Pensar, sonhar, transformar!

No mundo de hoje a felicidade é bem dinâmica.

Saber conviver é uma arte que atrai felicidade.

Comece agora mesmo sorrindo!


Sorrir é concordar que você pode remar para um futuro feliz!

Ah, se você vive um momento feliz não tenha medo! Usufra-o devagarinho como se comesse aos poucos uma torta deliciosa de chocolate.

Momentos tristes. Momentos felizes. Sempre virão e passarão. A eterna roda da vida girando sem parar!



Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003