Pitadas da Charlotte - 29/11/2006
Orgasmo feminino.




Por que algumas mulheres não conseguem sentir prazer na relação sexual? O que acontece? Segue trecho do e-mail de uma internauta:

" Namoro há 4 anos. Tenho 35 anos e meu namorado 40 anos. Somos saudáveis. No entanto, até agora não sei o que é sentir prazer, isto é, sentir orgasmo. Meu namorado é muito carinhoso, mas muito apressado. E fico vendo navios!Finjo que sinto orgasmo"- Luiza- São Paulo- capital

 Querida Luiza, o homem tem que estar atento aos sinais da mulher para saber o que fazer e onde tocar. O clitóris é um lugar muito erógeno e , se for tocado, ora com mais firmeza, ora com delicadeza, é muito excitante.

Homens que sofrem de ejaculação prematura ficam muito preocupados e tensos durante a relação sexual. Temem perder a ereção ou mesmo gozar muito rápido. No fim, a tensão acaba piorando tudo.

 Sentir prazer e sentir o orgasmo são coisas completamente diferentes. Quando você ama alguém ou sente desejo por essa pessoa, o toque é algo prazeroso. Nesse clima de romance, pode começar o ato sexual. Ele depende do ritmo de cada um. O homem fica pronto em minutos somente ao olhar a mulher amada. A mulher nem sempre. Precisa ser tocada e estimulada para ficar no ponto: excitada, lubrificada e assim intensifica o ritmo chegando ao clímax.

 É muito difícil o casal que sente o orgasmo ao mesmo tempo. Alguns homens esperam a mulher e a relação fica muito prazerosa. Outros não. Aí, a mulher não fica satisfeita. Sentiu desejo, ficou excitada, mas na hora do clímax, o homem chegou antes. O que fazer? O homem deve prestar atenção ao ritmo da mulher.

O cansaço, problemas de saúde, preocupações e estress também podem retardar o orgasmo. O homem interpreta a falta de orgasmo como falta de amor ou de desejo. Nem sempre. Às vezes, a relação está prazerosa, o casal interage com prazer, mas na hora H, a mulher não atinge o clímax. Preocupante? Não! Nem sempre. Cada relação é diferente da outra. O que importa é o carinho, o toque, a qualidade do relacionamento. No entanto, se a mulher nunca sente orgasmo deve prestar atenção. O que será que está acontecendo? Será que o homem é sensível e sabe aonde avançar, em que ritmo e se ela está pronta? Como está a comunicação do casal na cama?

O homem pode também estimular o Ponto G da mulher com os dedos , localizado a 5 cm vagina adentro,mais ou menos na metade do seu comprimento. Isso pode estimular a mulher a ponto de acelerar o orgasmo. Ou então estimular o clitóris da mulher com os dedos ou o pênis. Algumas posições são mais prazerosas para a mulher e aceleram o clímax. O casal não deve se acomodar à situação.

São muitos fatores associados: ritmo do homem e da mulher, motivação, paciência e sensibilidade do homem, amenização da ansiedade. Fazer amor não deve ser apenas uma corrida para atingir o clímax. Fazer amor deve ser um interlúdio prazeroso do começo ao fim, com toques suaves, carícias, estímulos, cheiros, enfim uma gama de carinhos que podem acabar numa sensação prazerosa.

Se o homem é muito apressado, mais difícil perceber o ritmo e as zonas erógenas da mulher. A ansiedade poderá frustrar a relação. Se for ejaculação prematura, procurar um profissional poderá ser uma saída.

Há vários tipos de orgasmo: aquele conseguido através do clitóris com os dedos e fricção do órgão sexual do homem e o vaginal conseguido com a penetração e os movimentos do pênis do homem. O vaginal também é extremamente prazeroso. A mulher pode conduzir o homem , sinalizando como está seu ritmo.

Vou dar um exemplo: se você gosta de viajar nas férias, já percebeu se as viagens são iguais? O trajeto é o mesmo, mas a viagem é sempre diferente. Um detalhe aqui, outra acolá, uma paisagem diferente. Assim, também é uma relação sexual. Depende de nosso estado de saúde, de como está o relacionamento, enfim , variados fatores.

Fingir orgasmo não é uma solução.É fugir do problema. O diálogo entre o homem e a mulher é fundamental para aparar as arestas e conseguir maior prazer no relacionamento.

John Gray frisa esse pensamento: assim como é natural não estar apaixonado todos os dias pelo seu companheiro, é natural não se sentir atraído por ele algumas vezes.

Termino esse texto com a seguinte frase de John Gray , terapeuta americano:

"Deus deu a uma mulher um corpo circular para lembrar o homem de mover suas mãos e seus dedos em círculos sobre o corpo dela em vez de ir direto ao ponto."

No vocabulário de um sexo bom não podem existir as seguintes palavras: egoísmo, pressa e repressão. Mas sim, movimento, alegria, prazer e doação.




Charlotte



Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003