Relacionamento - 15/01/2007
Ciúme exagerado





O ciúme é um ingrediente positivo para o casal. Pode significar, cuidados e proteção. No entanto, quando é intenso, exagerado, compromete o relacionamento. Posse, manipulação, controle, são algumas causas do ciúme exagerado. Insegurança, baixa auto-estima também levam ao ciúme exagerado. Como saber a dose exata do ciúme que pode ser saudável? Quando não compromete o relacionamento e prejudica o casal. Ciúme que limita e controla.

Alguns exemplos do cotidiano de vida de alguns casais:


Meu marido é quase vinte anos mais velho do que eu. Há algum tempo fez uma cirurgia de próstata que comprometeu nossa vida sexual. Desse dia em diante, minha vida se tornou um inferno. Ele tem ciúmes até da minha sombra, mas não quer conversar sobre nossa vida sexual. Ele sempre foi ciumento, agora está insuportável! Não sei o que faço!

Nesse caso, você terá que ter muita paciência. O médico da família poderá ajudar o casal. Seu esposo tem receio de perder a virilidade, medo de traição. A medicina está muito adiantada e fornece várias alternativas para amenizar ou resolver problemas de potência masculina. O seu marido está é com medo de perder você. Com o ciúme exagerado ele transfere a verdadeira causa e foge do assunto. Mesmo assim, não se justifica o ciúme intenso que tende a desgastar mais ainda o relacionamento do casal.

Eu tenho 59 anos. Meu marido depois que se aposentou ficou nervoso e implicante dentro de casa. Agora, está com um comportamento diferente. Dá carona a vizinhas e amigas minhas mais novas do que eu. Os vizinhos acabam me contando. Morro de ciúmes dele! Agora, piorou. Ligo para o celular dele várias vezes ao dia. Acho que ele deseja me trair! Não confio mais nele!

Seu marido deve ter muito medo de envelhecer. Quer provar a si mesmo que pode conquistar e seduzir uma mulher. Intimamente deve estar se sentindo muito inseguro com a aposentadoria. Quanto mais você insistir neste ciúme, pouco vai conseguir do relacionamento. Tem que investigar as causas reais. Você está prestando muito atenção ao seu esposo e descuidando de você mesma. Como está sua vida social e emocional? Tem cuidado de você mesma? Da saúde e da beleza? Controlar a vida do seu esposo não vai melhorar o relacionamento e nem impedir a traição, se ele quiser. Pense mais em você mesma, na sua vaidade , na beleza, ocupe melhor o seu tempo. Procure incentivar o diálogo. Isso não quer dizer que deva aceitar comportamentos inadequados do seu esposo. Uma conversa franca pode ajudar bastante.

Tenho 20 anos e adoro usar roupa moderna, saia curta. Meu namorado vive brigando comigo por causa das roupas que eu uso. O que eu faço com este ciúme?

Se você não quer mudar seu estilo de roupa, converse com ele. Não abra mão do diálogo! Faça algumas concessões, ceda um pouco também. Como ele costuma olhar para as mini-saias alheias, tem receio de que olhem para você também. Seu caso não é muito sério. Apenas controle o nível desse ciúme. Abrir mão das coisas que você gosta, pode gerar ressentimento.

Tenho 48 anos e freqüento bailes de terceira idade. Arrumei um namorado de 58 anos. Depois que começamos a namorar , ele não me leva mais a bailes e brigamos muito por causa disso. Ele diz que tem ciúmes de mim e prefere ir a locais pouco freqüentados.

Seu caso, pelo menos, aparentemente, não parece ser de ciúmes. Seu namorado não quer mostrar aos colegas, amigos e amigas que está comprometido. Afinal, se ele a conheceu num ambiente de baile, é porque ambos gostam dessa vida social. Está mascarando algum problema. Ou tem receio de que alguém olhe para você. Uma conversa franca , honesta, pode ajudar. Fazer o que ele deseja para evitar brigas e confrontos , não é a solução. Colocar a sujeira embaixo do tapete.

Minha noiva é muito ciumenta. Moramos juntos há dois anos, mas ela não muda. Quando saio de casa, ela liga mil vezes para meu celular querendo saber onde estou e com quem estou. Não gosta que eu saia sozinho. Está me sufocando!

Esse relacionamento está em perigo. Poderá se desgastar ainda mais por conta do controle dessa jovem. Ela deveria procurar ajuda profissional para investigar as causas inconscientes desse ciúme exagerado.

Alguns homens se acomodam bastante depois que iniciam um relacionamento amoroso. Explique o quanto é importante na sua vida a música e a vida social. Afinal, ele a conheceu num baile, não? Abrir mão daquilo que você gosta poderá gerar mágoa e ressentimento. Será que é realmente o ciúme que está prejudicando o casal? Ou será que ele não quer mostrar para as pessoas que está comprometido?

A pessoa muito ciumenta pode ser insegura, egoísta ou controladora. Ciúme intenso é posse, controle. Monitoramento. Quem deseja ser controlado o tempo todo? Se ela olhar para dentro de si mesma e averiguar a quantas está sua auto-estima, poderá resolver em parte seu ciúme exagerado.

Às vezes, o ciúme pode ser fuga de um problema mais sério no relacionamento do casal. Comparar relacionamentos passados pode gerar ciúme e insegurança. Deixe o passado para trás e jogue fora o medo. Pessoas muito medrosas e inseguras tendem a sentir muito ciúme. É apenas o reflexo de um passado sofrido e o medo de viver um novo amor.

Ciúme exagerado é falta de respeito com a pessoa amada. Algumas pessoas são tão inseguras que invadem a privacidade da pessoa amada. Fiscalizam as mensagens do celular, os telefonemas, a agenda, as roupas. Parecem que procuram febrilmente a traição. Quem muito procura acha motivo para brigar e comprometer a harmonia da relação. O casal precisa de privacidade, de ter seu espaço próprio e isso nada tem a ver com infidelidade.

Mesmo que o parceiro dê motivos para suspeita ou desconfiança, o ciúme exagerado não resolve o problema. A pessoa quando se sente vigiada ou cerceada o tempo todo, acaba se afastando ainda mais. Dose seu ciúme e investigue as causas inconscientes do seu comportamento inseguro e controlador. Se o seu ciúme for muito intenso e você não sabe como lidar com ele, procure ajuda de um profissional.

Obs: casos comentados são verídicos, mas a privacidade das pessoas foi mantida em sigilo.
 


Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003