Relaxamento - 12/05/2007
Vivência especial: Dia das Mães





Aproxima-se uma data muito especial: o Dias das Mães. Há um clima muito gostoso no ar, de enlevo, carinho e gratidão. O mês de maio é o mês do Amor, dos presentes e das lembranças.
 
Minha Homenagem é para as mamães que já partiram e estão em outra dimensão. Uma pungente saudade do almoço gostoso, da sua risada cristalina, seus beijos, da sua atenção e seu carinho. Quem perdeu a mãe sabe como é a sensação de ficar sem sua presença protetora! Minha homenagem também se estende às mães que perderam seus filhos.
 
Nesse dia, todas as lembranças afloram à sua mente: as alegres e as tristes. Você gostaria que ela estivesse bem pertinho de você. Gostaria de tocá-la, abraçá-la bem forte e dizer: ?Te amo, mamãe! Sinto sua falta?.

Se você perdeu seu filho, gostaria de poder abraçá-lo ou tocá-lo.
 
Sua história pode ser diferente. Sua mãe partiu e você está sentindo remorso ou culpa. Sente que poderia ter lhe dado mais carinho, assistência material, enfim, está em dívida com sua mãe. Vocês estavam brigados quando ela faleceu. No entanto, mesmo com todos os erros e imperfeições, ela foi sua mãe na Terra. Esses laços são muito profundos, porque nada acontece por acaso.
 
Seu filho partiu para outra dimensão e vocês estavam brigados? Desejo que seu dia das Mães não seja sufocado por intenso sofrimento ou a tortura do remorso infrutífero.
 
Acredita na sobrevivência da alma após a morte? A morte não existe e sua mãe está em algum lugar especial velando por você. Ela sente quando está triste, alegre, preocupado ou ansioso. Confie em Deus que tudo Sabe e tudo Vê! Não se revolte contra Deus!
 
Seu filho também está em outra dimensão e sente todos os seus pensamentos amorosos.
 
Vamos aproveitar a proximidade do dia das Mães para fazer uma vivência muito especial:

Relaxe na cadeira. Feche os olhos e preste atenção em sua respiração. Como ela está? Vamos tranqüilizar sua respiração. Basta que esvazie os pensamentos e limpe sua mente.

Prestando atenção em sua respiração, sua mente ficará serena.
 
O objetivo dessa vivência é o fortalecimento da sua fé em Deus e a amenização da saudade e da angústia que acomete àqueles que perderam entes queridos.
 
Quando sentir que está mais relaxado, acompanhe o texto:
Se puder, coloque música suave.


Se você perdeu seu filho, a vivência será feita com a presença dele. Substitua a presença materna pela presença do seu filhinho.






 
Venha comigo! Vamos entrar agora em um grande túnel rosa e perfumado. Lembre-se do perfume da sua mãe. Caminhe por esse túnel e mantenha-se tranqüilo e sereno. Faça uma prece singela ao seu anjo de guarda para que o acompanhe.

Sinta a luz do seu Anjo Guardião. O Túnel tem uma temperatura amena. Você sente uma mistura de sensações agradáveis. As lembranças afloram à sua mente. Sente-se como se fosse um lindo bebê que a mãe pega no berço e afaga. Sinta seu colo protetor e seguro. Depois, uma criança travessa e saudável brincando no jardim. Sua mãe está perto admirando sua correria esperta. Está atenta e sorri. Se for um adulto, relembre os últimos dias da sua mãe. Eles correm por sua mente e atravessam seu coração como uma lembrança singela.
 
Estamos chegando ao fim do túnel cor de rosa, a cor do afeto e do amor. Essa cor dissolverá quaisquer mágoas ou diferenças que você possa ter tido com sua mãe. No final do túnel, há um lindo jardim.

Imagine um jardim verdejante. Caminhe sobre ele, sobre a grama úmida e macia. Os pássaros cantam. Ao longe, o som tranqüilizante da nascente de um rio. A tarde está ensolarada. Mais adiante, um caramanchão decorado com plantas trepadeiras. Vamos caminhar até o caramanchão. No caramanchão, dois bancos e muitas flores perfumadas. Você se senta no banco. Aguarda com ansiedade o momento de conversar com sua mãezinha.
 
De repente, sua visão é ofuscada por uma Luz brilhante que vem do céu! É seu anjo de guarda! A Luz se transforma numa criatura especial. Seu anjo tem a forma que você deseja, o semblante de um mestre sereno. Veste uma túnica muito alva. Ele se aproxima e coloca a mão sobre sua destra. Irradia de suas mãos uma energia forte, mas agradável.
 
O Anjo pede para que você olhe para a floresta. Você vê sua mãe se aproximando. Lembre-se da sua mãe e de seus melhores momentos. Ela se aproxima e abre os braços para você. Um abraço apertado, um beijo selado com amor e saudade. Sua mãe está ao seu lado sentada no banco feito de tronco de madeira. O Anjo permanece próximo, protegendo esse encontro especial.
 
O que sente vontade de conversar com sua mãe? Desabafe! Ela compreenderá seus pensamentos e desejos através da telepatia. Deseja pedir perdão por alguma falta cometida? Deseja dizer o quanto a ama? Pense e sua mãe entenderá. Segure em suas mãos, conte seus problemas e suas alegrias. Sua mãe está viva, alegre e bem disposta!
 
Veste um lindo vestido azul e parece muito jovem. Nesse momento, dentro do seu coração, enlevo e carinho.
 
O olhar da sua mãe o envolve e o protege. É como se nada de ruim pudesse lhe acontecer. Nessa vivência, terá a plena certeza de que a Morte não existe! E, mesmo que você não acredite na sobrevivência do espírito após a morte, saberá que sua mãe vive dentro da sua memória e do seu coração.
 
O Anjo avisa que está na hora da partida. Abrace sua mãe novamente. Se você tiver filhos e netos, coloque-os no caramanchão. Sinta sua mãe abraçando os netos com muito carinho e saudade. Seu anjo guardião impõe as mãos sobre vocês dois dissolvendo qualquer sensação de angústia, mágoa ou lembrança ruim. Agora, estarão unidos para todo o sempre!
 
Está na hora de voltar! Caminhe com sua mãe pelo jardim e despeça-se dela. O Anjo a envolve com sua Luz e se afastam até desaparecerem no ar!
 
Você sente uma grande tranqüilidade! Sabe que tem a proteção materna e do seu anjo protetor! São dois anjos que sempre velarão por você!
 
Caminhamos agora por um túnel azul de paz e serenidade. Conte até cinco e volte para sua cadeira! Saiba que, de alguma forma, sua mãe participou dessa vivência e soube dos seus sentimentos de amor e de saudade.
 
 
Se você é mãe, aprimore suas qualidades aceitando-se como é e aproveitando cada dia que passa com seus filhos pequenos. Seus filhos já estão adultos? Usufrua a companhia deles e aparem as arestas ou diferenças de temperamento.
 
De qualquer forma, essa vivência o aproximou da sua mãe. E, se você não tem filhos, mesmo assim, seja mãe! Como? Amando sempre todos que convivem com você.
 
Tenha um lindo domingo cheio de paz, alegria e amor!


 
Feliz Dia das Mães!

Nesse dia especial, dedico esse texto à minha mãe querida, Leny, que partiu em 2002 para outra dimensão.
 


Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003