Verinha Verdadeira - 03/06/2007
Sentir raiva é natural!





A raiva é uma emoção natural. Não há um ser nesse mundo que não tenha sentido ou não vá sentir um pouco de raiva, ou muita raiva... ou o auge da raiva , o ódio. No dicionário Aurélio: raiva é "sentimento violento de ódio."
A raiva, de acordo com o dicionário, seria o ódio expresso? Pode ser!

Podemos sentir raiva do pai, da mãe, do cunhado, da tia, da sogra, do namorado, da namorada, do filho, da filha, genro, do presidente, do governo, da violência.

Pode ser um manifesto da nossa contrariedade ou a frustração de não conseguirmos o que queremos.
Podemos sentir raiva até de objetos ou animais. É quando seu marido chega em casa depois de uma bronca do chefe. Como não pode expressar o ressentimento contido no chefe, ele chega em casa e chuta o cachorro. O alívio é imediato, não? Deve ser porque os coitados dos animais de estimação são nossas catarses.

Quando seu namorado lhe dá um "cano" e você fica esperando toda arrumada. Dá raiva, não? Aí ,se você finge que nada aconteceu... e no outro dia, fica na sua... O que pode acontecer? Um belo dia, vocês marcam um encontro na lanchonete aí... acontece um probleminha e você não comparece! Simples, não? A raiva transformada numa bela e suculenta vingancinha! "A vingança é um prato que se come frio" Mas isso resolve o âmago da questão?

Podemos também quebrar um prato ou jogá-lo bem longe na direção do marido. Ou mesmo sair atrás dele com o rolo de macarrão. Aliás, onde foram parar os rolos de macarrão? Alguém ainda faz macarrão em casa , massas?!! Sei lá!

A raiva expressa exatamente isso: "Por que fez isso comigo?" "Por que você não é igual a mim ou não reage como eu?" "Eu sou eu, minha vontade é que manda" "O mundo é injusto, ninguém liga pra mim!"

A raiva é uma grande irmã do orgulho. Quando somos contrariados em nosso ego, ela vem cheia de querer.
Junto com a revolta por uma situação ou modo de vida pode ser perigosa ou mudar o mundo. Aí , a pessoa sente raiva, mas faz do "limão", uma "limonada." Usa a frustração para melhorar o mundo.

Muitas vezes, temos toda a razão. Mas não adianta você ter razão e a outra pessoa achar que você não tem! Aí, é o começo de uma briga homérica e uma discussão que não leva a lugar nenhum.

Pessoas de estopim curto demonstram raiva, explodem e falam na "lata" mesmo! Doa a quem doer: "Você me ferrou, estou com raiva de você!"Depois da explosão, perdoam e esquecem tudo. Talvez sejam as mais sadias no seu modo de expressão da raiva.

Outros mais inflamadinhos partem para os socos, as agressões. Maneira muito perigosa de expressar a ira. O ódio pode levar a grandes tragédias. Junto com a ambição....meu Deus!

Então o que fazer? Meditar e esquecer a raiva? Fazer de conta que não está com raiva e fingir? Não e não!
Se você tem razão e a pessoa não concorda , azar o dela. Isso significa prontamente que são diferentes e que você não é o centro do mundo. Se a pessoa não lhe dá valor , é ingrata, "traíra" e outras "qualidades"... O que fazer? "Dormir na pia?" Ah, não ter muita raiva de alguém é VALORIZAR esse alguém! Não é ?

Se a pessoa não merece o seu valor, ter raiva e , depois mantê-la através do ressentimento vai ligar vocês! Estará acorrentado a essa pessoa pela raiva!

A raiva faz mal ... É preciso fazer alguma coisa. Pode até comunicar à pessoa que você sentiu raiva. Mas há mil maneiras de se comunicar a raiva.

Com a pessoa que você ama é até saudável comunicar. Porque se você fingir que está tudo bem, um dia, sua RAIVA vai EXPLODIR ou Você vai IMPLODIR.

Com um inimigo( melhor não tê-los), melhor deixar passar batido... Merecem ser ignorados.

Sinta raiva, mas não fique muito com ela.

Pode provocar dor de barriga,palpitações... e pode ser que o ofensor ou mesmo quem o magoou esteja livre, leve e solto! Nem aí para sua raiva idiota!

Nascemos para vivenciar todos os seus sentimentos, mas deve aprimorá-los.

Tente buscar as causas... tente se por no lugar da pessoa, por exemplo.

Não consegue?Ele foi mesmo um f..e por aí vai?

Não merece nem sua raiva!

Na questão familiar, a raiva rola solta, mas pode até durar pouco.

Como diz uma tal propaganda: "Com a família você se desarma!" "Ri, chora..."Depois, acaba ficando tudo bem...

A raiva é uma bola de neve que vai crescendo e pronto! Domina você!

Já teve raiva no trânsito? Do motorista lerdo, daquela bicicleta que vem em cima de você. E, do semáforo também. Xingar os outros no engarrafamento é uma maneira bem neurótica de resolver sua impaciência. Neurótica e burra, porque não resolve nada.

Impaciência com raiva fabrica pessoas neuróticas, mal humoradas. Ninguém gosta de ficar perto delas.

Já teve raiva de você mesmo? Ruim, não? Você se mortifica....Adianta alguma coisa ? Acho que não!
Aceite a raiva, mas depois a transforme.

O negócio pode ser pegar mais leve, viver mais light...
Sem muito dramalhão...

Pessoas muito quietas ou muito contidas, geralmente tem dentro de si um vulcão de ressentimento!

Parecem museus... carregam raiva da infância , da adolescência... Um ressentimento de bolor ... minando a mente.

Aí, quando adoecem, não sabem bem o porquê.

Não estou falando para você ser um monge tibetano e não sentir raiva de ninguém! O ideal seria se a gente tivesse tanta autoestima que não se ofendesse com ninguém! Um dia , chegaremos lá!

Mas não seja uma mosca morta... senão vão mesmo pisar em você!

Viva bem, viva cada vez melhor..

Eu sou bem light , sabe! Meu namorado esqueceu a data do nosso aniversário de namoro! Os homens são assim mesmo, não?

Ah, coitadinho,deve ser o cansaço, o estress... Fui bem compreensiva. Aliás, só esperava ser convidada para jantar fora ou então para dançar. Ou mesmo um presente, flores e chocolate! Mas ele se esqueceu!

Então, é assim que você tem que ser !

Só que ontem ele me pediu para eu passar uma camiseta dele. É de marca, sabe!

Passei e me senti a própria Madre Tereza de Calcutá! Mas o ferro estava muito quente... e fui atender o celular.

Quando voltei, o ferro estava grudado na camiseta!

Coitadinho dele!

Não tive intenção!

Que pena, não? !"Foi sem querer querendo!"

( por favor, façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço!)

Verinha Verdadeira


Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003