Relacionamento - 04/04/2008
A conexão energética do amor





O amor num relacionamento a dois precisa de conexão. Você está conectado, sintonizado com seu amor? É se sentir intimamente ligado e profundamente empático com os sentimentos da pessoa amada. Quando acontece, o casal experimenta a magia do amor. O prazer de estar junto é descrevido como intenso. Quando as pessoas são correspondidas no seu amor costumam dizer: "Eu me sinto mais jovem e cheio de energia!" O amor é uma energia que alimenta e revigora.

A paixão revigora o corpo, mas só ela não alimenta a conexão. É uma conexão que apenas surge no ato sexual, quando os corpos estão ligados. A conexão do amor flui quando as almas e pensamentos estão ligados.

Uma sintonia , teia invisível que liga os amantes, os apaixonados. Um está encantado com o outro. A sintonia dessa conexão fica mais forte quando os dois fazem amor. No entanto, pode ser estabelecida num momento de silêncio, numa conversa animada.

Parece algo transcendental? Sim, mas você pode viver essa conexão através do dia a dia. Na bucólica união das escova de dentes . No café da manhã diário. No sorriso, no olhar cúmplice. É uma conexão de energia que está sempre por perto quando você está sintonizado no amor!

Os dois precisam estar sintonizados. Apenas um conectado ao amor não funciona! Você deseja alcançá-lo e não consegue. Os corpos juntos, mas as mentes separadas. Almas separadas. É a famosa "solidão a dois"!

Falo do campo energético que fui quando o casal está junto. Une o casal quando não está junto fisicamente. Como se as almas estivessem conectadas, fluindo de uma energia ímpar de prazer e bem estar. Como se consegue isso?

A conexão já vem pronta! Quando há sintonia, ela é ligada diretamente quando os dois se conhecem e os olhares se cruzam. Alma com alma. Espírito com espírito. É como se dissessem: "É ele!" ou "É ela!"

A profunda afinidade espiritual entre essas almas é muito parecida. Ou então, é muito diferente, mas se complementam. Uma ligação assim é rara, mas acontece. Espíritos simpáticos, almas afins. Mesmo quando o desentendimento ameaça anuviar esse céu de amor dura pouco, porque não quebra a conexão.

Quando a distancia afasta os corpos, as almas estão unidas e conectadas. Profunda confiança e admiração pelo outro. Não, não estou falando do amor platonico, mas do amor real e maduro.

Agora, essa conexão pode não vir pronta. Talvez seja a mais verdadeira. Combina com o amor arrebatado dos seres humanos. Imperfeita. Acontece e flui aos poucos como o rio que flui impassível contornando as pedras. É fabricada dia a dia na convivência, nas diferenças, na tolerância, na aceitação de si e do outro.

Essa conexão pode ser ameaçada? A magia de se sentir intimamente ligado ao outro é extremamente frágil. Uma briga, uma ofensa, a palavra que fere pode trincar esse cristal frágil.

O que acontece? A energia dos dois fica diferente, há um afastamento que pode não ser notado, mas sentido. O que faz a conexão é o amor . Quando o "amor não está no ar" outros sentimentos entram nessa conexão energética e atrapalham a conexão. Egoísmo, tristeza, ciúme excessivo, deslealdade e desrepeito.

A energia do amor produz profundo bem estar.

Quando interferências negativas ameaçam essa conexão energética do casal, há um afastamento mental e espiritual. Os dois se sentem separados. Infelizes. Não há mais tanto prazer em estar junto.

É como se você estivesse navegando na internet e de repente, a conexão cai! O que acontece? Você perde o elo e não consegue mais contato com os sites e com quem estava conversando.

No amor, os sentimentos inferiores, uma briga intensa, podem desfazer essa conexão. Ela é estabelecida por conta da confiança que um tem no outro. Quando os problemas assumem o primeiro lugar e o amor vem em segundo, a conexão fica instável.

Essa conexão energética nada tem a ver com a dependência doentia de alguns amores neuróticos. Um não sobrevive sem o outro. Um anula o outro! O que flui exatamente nesses casos não é amor, mas talvez, manipulação, desejo de poder e controle!

Existe esperança para o amor entre os seres humanos!

A conexão da internet falha, às vezes, mas está lá e é restabelecida, mas é preciso averiguar as causas.

Uma jovem de vinte e cinco anos comentou sobre o seu relacionamento com o namorado:

"Antes, se entendia apenas com o olhar. Eu sabia exatamente até o que ele estava pensando. Era tanto prazer em estar junto que , em alguns momentos, não precisávamos falar nenhuma palavra. Queria apenas sentir que ele estava ali pertinho de mim. Agora, quando estamos juntos, seu olhar está distante. Ele está presente fisicamente , mas sua alma está bem longe!"

Sinal de perigo no ar? Sim, mas cada caso é caso. Não se aflija! Cativar é palavra mágica. Conquista. Sedução. E, principalmente a aceitação do outro exatamente como ele é.

Até que as energias fiquem tão semelhantes que o casal comece a viver momentos mágicos. O casal passa por transformações físicas, espirituais e ambientais. No entanto, o amor está presente. E a conexão volta quando o entendimento se restabelece!

Algumas falhas na conexão são momentâneas , mas impedem o prazer de se sentir ligado ao parceiro: cansaço, doença, irritação e mau humor. Cuidado com esse vírus que pode matar o amor.

Mate o príncipe encantado se quiser ser feliz com seu homem! Acabe com a mulher perfeita se quiser estabelecer sua conexão mágica com a mulher amada! Falo de magia e não de ilusão! A ilusão é se apaixonar por aquilo que o ser amado não é! Amor é se apaixonar exatamente por aquilo que ele é!

E, nem sempre, o amor morre repentinamente! Pode morrer aos poucos, agonizar lentamente e você nem se dar conta disso. Só percebe que os olhares não mais se cruzam e a distancia entre o outro aumenta até que tudo se acaba! Triste, não?!

No entanto, alguns amores se fortalecem a cada obstáculo, porque não se deixam abater. Procure saber qual é o fio que religa a conexão instável. Cada casal tem seu ponto forte nesse aspecto.

Pode ser: uma palavra carinhosa, um e-mail , uma surpresa, uma viagem curta. Um sorriso de perdão. Um elogio sincero. Um abraço apertado. A dança de rosto colado. Sinalizam: "Eu estou aqui! Quero me sentir ligado a você novamente!"

Restabeleça o canal e se surpreenda com os momentos mágicos que, certamente não vão faltar!


Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003