Espiritismo - 01/06/2008
Você acredita em vidas passadas?




O dogma da reencarnação está baseado na justiça de Deus e na revelação.( Livro dos Espíritos)

Se Deus é tão bom, misericórdia e harmonia infinitas deseja que os seus filhos cheguem à perfeição. No entanto, cada individualidade tem seu ritmo pessoal.

Por que algumas pessoas vivem até cem anos e outras morrem em tenra infância? Como você explica esse aparente disparate? Vontade de Deus? Acaso? Ciência? Mesmo a ciência e a genética estão sob a égide do Criador. Assim está escrito: não cai uma folha da árvore sem que Deus não tenha permitido.

E as crianças que morrem de parto? Não merecem uma nova chance? E jovens que tinham tudo pela frente e, mesmo assim, morrem de maneira repentina?

A pluralidade das existências é o caminho da justiça e da redenção. Através das vidas sucessivas, depuramos nossos erros , garantimos a sabedoria e obtemos o perdão. É sempre tempo de recomeçar.

O véu das lembranças de outras vidas é apenas ilusório mantido pela matéria limitada e grosseira. Temos sim uma vaga intuição nem que seja inconsciente de que vivemos muitas vidas no passado.

Alguns casos de reencarnação já foram comprovados pela ciência,através de lembranças espontâneas em crianças. Muitos são documentados e registrados para posterior pesquisa científica.

Um relato intrigante:

Nas margens do Nilo, perto de um antigo Templo construído em honra do deus Osíris pelo Faraó Seti I ,vive uma senhora inglesa de nome Dorothy Eady, considerada morta aos 3 anos de idade, que está profundamente convencida de que renasceu como uma sacerdotisa egípcia. Dorothy nasceu em 1903 no seio de uma família abastada de Londres Sul.
Posteriormente chamou-se a si própria de Um Seti, a reencarnação de uma mulher que servira na corte do rei Seti.


A sua lembrança de uma encarnação distante foi relatada em 1973. Quando criança devido a uma queda foi dada como morta pelo médico da família. Quando o médico saiu em busca de uma enfermeira para preparar o corpo da criança a encontrou saudável e curada. Pouco tempo depois, começou a esconder-se sob as mesas e os móveis. Pedia aos pais que a levassem para a casa. Um dia, foi com eles ao Museu Britânico, onde , nas galerias egípcias, revelou um comportamento desiquilibrado. Começou a beijar os pés das estátuas, agarrando-se aos sarcófagos e gritando numa voz estranha. Dorothy afirmou que conhecera Seti que o considerava bondoso e amável. Começou a aprender a decifrar hieróglifos e que afirmava que não estava a aprender uma lingua nova, mas a reaprender uma língua que esquecera. Casou-se com um egípcio em 1930 e foi viver no Egito. Deu o nome de Seti ao seu filho único e deu-se a si própria o nome de Um Seti- mãe de Seti.

Caso interessante, mas há quem rejeite a idéia de reencarnação por conta de não haver suficientes comprovações científicas.

A terapeuta e escritora Ana Sharp (que inclusive conheceu Dr. Brien Weiss, terapeuta americano que faz terapia de regressão de vidas passadas) afirmou num programa de televisão:

-Se for assim vou brigar com Deus! Como vou pagar por alguma coisa que eu não lembro que fiz?

Será que não lembra? Respeito a opinião da escritora, mas nós lembramos sim de tudo. Não, a nível consciente, mas nossa memória de outras vidas está devidamente registrada em nosso espírito.

O espírito é a parte imaterial do ser, aquele que é eterno. Vive para sempre. Quando nós dormimos, essa lembrança pode vir naturalmente. Nós saímos do corpo e podemos viver experiências diferentes em outras dimensões.

Alguém me perguntou:

-Se eu mal lembro das passagens da minha infância, como posso me lembrar de outras vidas?

Obviamente que seu cérebro não suportaria tantos registros. Deus é sábio. Nossas encarnações permanecem veladas em parte, para nosso próprio bem. Já pensou se você se lembra que matou a própria mãe na vida passada? Ou que seu pior inimigo reencarnou como seu filho? Suportaria todo esse pêso?

Eu acredito em terapia de vidas passadas. No entanto, tem que ser feita por um profissional sério e competente.

Quando for necessário desvendar vidas passadas seremos naturalmente encaminhados para esse caminho através do nosso mentor espiritual ou anjo guardião. Ou mesmo nosso espírito sempre procura o que é bom para nós. Nossa essência espiritual sempre sabe nossa origem. E, por esse motivo , as pessoas sábias afirmam:

Ouça a voz da sua intuição! Obedeça seus instintos superiores!

Como atua o profissional habilitado para fazer terapia de regressão de vidas passadas?

Alguns , através da hipnose. Outros , através de técnicas de relaxamento consciente. Geralmente,são médicos , psicólogos ou terapeutas holísticos.

A novela Almas Gêmeas de autoria de Walcyr Carrasco desenvolveu muito bem esse tema. A protagonista da novela, Priscila Fantini, através do seu personagem passou por várias sessões de regressão a vidas passadas.

Como não há muita comprovação científica da terapia de regressão a vidas passadas, ainda não é aceita pela Psicologia Tradicional. Creio que está caminhando para isso, porque não podemos parar no tempo com uma postura arcaica e radical. Precisamos pesquisar, ter bom senso, mas estarmos abertos a novos campos de tratamento. O preconceito atrasa o progresso no campo da ciência.

Precisamos refletir que, nem sempre a ciência atual tem elementos necessários que comprovem os fenomenos ditos sobrenaturais. Aliás, nada é sobrenatural. Sobrenatural é ter um dedo amputado e acordar no dia seguinte com o dedo completamente restaurado. Para tudo há uma explicação , mas nem tudo hoje em dia, pode ser explicado pela ciência.


Algumas médiuns clarividentes têm o dom de intuir as vidas pregressas das pessoas que as procuram. Utilizam de oráculos, bola de cristal ou mesmo a leitura na taça de água.

Conheço pessoas que tem aquela famosa sensação de deja vú, isto é, sentem que já estiveram em algum lugar ou que estão vivendo um episódio que já viveram antes.

Pode ser uma lembrança de vidas passadas ou mesmo outra sensação. Quando dormiram tiveram a idéia do todo, porque no mundo espiritual o tempo não é medido como na Terra. Aí, em estado de vigília tem essa lembrança do período que passaram longe do corpo.

A reencarnação também explica as simpatias e antipatias gratuitas. São o reconhecimento de pessoas que participaram de nossas vidas. Como explicar o seguinte:

"Nossa, não fui com a cara desse homem! Ele me deu um arrepio!" Pode ser uma tênue lembrança de uma vida pregressa ou mesmo sensibilidade intuitiva.

Como agir e saber se é mesmo uma lembrança ou a minha imaginação?

Bom senso. Equilíbrio. Uma vida sadia pode nos proporcionar uma mente sadia,longe das ilusões da imaginação. Não se preocupe com isso. Você está aqui para viver no presente e, não no passado.

Cresceu o interesse pelos caminhos espirituais. Hoje em dia, as pessoas estão mais interessadas em saber de onde vieram, pra que e por que.

O número de casos de depressão, suícidio, doenças psicológicas, estress tem aumentado por conta da vida corrida e materialista. Algumas pessoas relatam ter melhorado seus dramas através da terapia de vidas passadas.

Alguns profissionais , atualmente, trabalham com mapa astral onde analisam o comportamento repititivo através das vidas sucessivas.

Ex: um homem tem personalidade materialista e autoritária. Afasta todos a seu redor com seu egoísmo. Numa terapia de regressão descobriu que havia tido encarnações de poder e desmando. Agora, prosseguia com os mesmos defeitos e, assim, atraía solidão e tristeza.

Algumas fobias podem ser tratadas, amenizadas ou curadas através da terapia de regressão de vidas passadas.

Na verdade, o que podemos mudar em nossa vida é o presente, mas ele é o resultado de todas as atitudes do nosso passado encarnatório.

Só através da reencarnação compreendemos tantos dramas pessoais, doenças , acidentes e tragédias.

Mesmo que você não acredite, a reencarnação é a mola da sua vida.

Se estiver interessada em fazer terapia de regressão de vidas passadas se informe a respeito para não cair nas mãos de pessoas que não estão preparadas para tal.

A reencarnação é a Eternidade! Não morreremos nunca! Viveremos muito ainda na Terra, ou mesmo em outros mundos até sermos puros e perfeitos!

Isso não o alivia de alguma forma? Não lhe traz a confiança no amanhã e a esperança certeira de que todos nós vamos reencontrar um dia, aqueles que se foram e nos são tão caros!

É a esperança da vitória do Bem e, que , um dia todos nós seremos pessoas iluminadas!

Bibliografia:

O grande livro do maravilhoso e do fantástico, Seleções do Readers Digest - pág. 384- A sacerdotisa do Nilo.

O Livro dos espíritos, Editora Boa Nova- Allan Kardec -pág.88, pergunta 171.

Magnolia Francisca






Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003