Cinema - 08/01/2011
De onde veio o hábito de comer pipoca no cinema?





1. A pipoca já era vendida em feiras e parques nos Estados Unidos no século 19. No fim desse período, surgiram os primeiros cinemas americanos, e, com eles, vieram os ambulantes e seus carrinhos com pipoca e guloseimas como o Cracker Jack, mistura de pipoca, amendoim e açúcar queimado. No começo, os donos dos cinemas torciam o nariz e achavam que a pipoca distraía as pessoas. Assim, comendo pipoca elas não prestavam atenção no filme.

2. Por volta de 1920, os cinemas chamaram os ambulantes para vender pipoca dentro de seu espaço. Com o aperfeiçoamento de máquinas elétricas de fazer pipoca, como as do americano Charles T. Manley, os cinemas abririam suas próprias lanchonetes para vender o petisco. A venda de pipoca, barata, sobreviveu até à Grande Depressão, crise econômica que abalou os Estados Unidos nos anos 30
3. Nos cinemas multiplex, com várias salas em um mesmo lugar, o comércio de pipoca, refrigerante e companhia responde por boa parte da grana arrecadada. Hoje, nos Estados Unidos, as vendas de pipoca chegam a 45% dos lucros dos cinemas! Os americanos consomem, por ano, 15,12 bilhões de litros de pipoca, cerca de 51 litros por pessoa. No Brasil, são 80 mil toneladas anualmente

Pesquisei na internet que a pipoca era vendida nos Estados Unidos em feiras e parques no século 19. E nesse período, surgiram os primeiros cinemas americanos. Vieram também os carrinhos com pipoca e os vendedores ambulantes. Uma das guloseimas era: Cracker Jack , pipoca, amendoim e açúcar queimado. Só que os donos do cinema não gostavam muito dessas guloseimas. Achavam que elas distraíam os espectadores dos filmes.

Em 1920, os ambulantes foram chamados para vender pipoca dentro do cinema. Atualmente, nos Estados Unidos, as vendas de pipoca chegam a 45% dos lucros dos cinemas. No Brasil, são 80 mil toneladas de pipocas consumidas. Já imaginou ? O povo gosta mesmo de pipoca.

Conheci um senhor que criou nove filhos vendendo pipoca na porta do cinema da minha cidade natal. Agora, os shoppings possuem máquinas próprias para fazer grande quantidade de pipoca.

É uma guloseima deliciosa mas calórica! O queijinho parmesão frito tem um segredinho para ficar no ponto: salgá-lo bem antes de fritar. Mas, é necessário que o pipoqueiro compre um bom queijo. Se o queijo comprado já for muito salgado não vai dar certo.

Eu já tentei! Eu mesma fritei os queijinhos e coloquei na minha pipoca! Hum! Eu me senti dentro do próprio cinema!

Pesquisa na net:
mundoestranho.abril.com.br/cinematv







Sandra Cecília

 

Copyright © 2003-2009 Relax Mental
Sandra Cecília / Renato Augusto - Relax Mental - desde 13 de junho de 2003